sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Irmãos combinam a própria morte pelas redes sociais e provocam acidente


    




Justamente no mês de prevenção ao suicídio, o Setembro Amarelo, uma tragédia envolvendo dois irmãos chocou os moradores de Arapoti. As vítimas, um jovem de 20 anos e uma adolescente de 14 anos, combinaram pelas redes sociais a própria morte.
Curta nossa página no FACEBOOK e saiba de todas notícias de Cianorte e Região
Na noite de quinta-feira (19), depois de uma conversa pelo Whatsapp, os irmãos pegaram o carro do jovem e provocaram um acidente na PR-092, no perímetro urbano de Arapoti. Por volta das 19h30, eles foram até a rodovia, invadiram a pista contrária e bateram de frente com um caminhão. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas os irmãos não resistiram aos ferimentos.
Na conversa, registrada cerca de 15 minutos antes, o jovem fala que está desanimado com a vida. A adolescente afirma que queria morrer e o irmão dá a ideia de provocar um acidente. A tragédia comoveu a cidade. Nesta sexta-feira (20) amigos e familiares usaram as redes sociais para alertar sobre a depressão.
Fonte: Rede Massa

Irmãos combinam a própria morte pelas redes sociais e provocam acidente



Justamente no mês de prevenção ao suicídio, o Setembro Amarelo, uma tragédia envolvendo dois irmãos chocou os moradores de Arapoti. As vítimas, um jovem de 20 anos e uma adolescente de 14 anos, combinaram pelas redes sociais a própria morte.
Curta nossa página no FACEBOOK e saiba de todas notícias de Cianorte e Região
Na noite de quinta-feira (19), depois de uma conversa pelo Whatsapp, os irmãos pegaram o carro do jovem e provocaram um acidente na PR-092, no perímetro urbano de Arapoti. Por volta das 19h30, eles foram até a rodovia, invadiram a pista contrária e bateram de frente com um caminhão. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas os irmãos não resistiram aos ferimentos.
Na conversa, registrada cerca de 15 minutos antes, o jovem fala que está desanimado com a vida. A adolescente afirma que queria morrer e o irmão dá a ideia de provocar um acidente. A tragédia comoveu a cidade. Nesta sexta-feira (20) amigos e familiares usaram as redes sociais para alertar sobre a depressão.
Fonte: Rede Massa

Pai mata o próprio filho afogado em bacia para se vingar de ex-mulher


19/09/2019


A+ Aumentar Fonte


 

A- Diminuir Fonte



                                       Um jovem de 21 anos foi preso em flagrante no início da noite de quinta-feira (19) após matar afogado em uma bacia o próprio filho, de apenas 2, como forma de se vingar da ex-mulher, mãe da criança, que terminou o relacionamento com ele.
                                       O crime aconteceu na casa de E.C.D.Z., no Bairro Aero Rancho, região sul de Campo Grande, que chegou a dar três versões do ocorrido.
                                       O caso veio à tona após Z. levar M.H. dos R.Z.ao pronto-socorro da Santa Casa da Capital, com óbito suspeito por afogamento.
                                       Questionado pelos médicos, o suspeito alegou a criança tinha sido sequestrada por bandidos armados quando ele parou em uma conveniência para comprar um achocolatado ao filho. Ele disse ter seguido o carro e visto eles jogando M. no córrego da Avenida Ernesto Geisel.
                                       Faltando dados mais concretos na história, a administração acionou o Batalhão de Choque (tropa de elite da Polícia Militar), a quem ele deu a segunda versão dos fatos.
                                       Disse que fora traído pela ex-mulher e ao contar a história a um amigo, decidiu que a mulher teria que sofrer, decidindo pelo assassinato da criança.
                                       Com isso, o tal amigo teria buscado uma terceira pessoa, que levaram a criança até uma casa do Jardim Nhanhá e a afogaram em uma bacia cheia de água, recomendando que o pai a levasse a um hospital, onde inventaria uma história.
                                       Só com esses elementos, os policiais militares deram voz de prisão ao suspeito e o levaram até a Delegacia de Pronto-Atendimento Comunitário (Depac) do Centro, onde o caso foi registrado.
                                       Policiais civis permaneceram por toda a noite procurando informações sobre os tais amigos citados por Zenteno, que se recusou a dar nomes completos e endereços.
Sem nenhuma pista, em nova oitiva, o suspeito deu a terceira versão dos fatos e disse que cometeu o crime sozinho.
Z. foi indiciado por homicídio triplamente qualificado e passará por audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (20). Ele não tinha advogado instituído para defendê-lo até a publicação desta reportagem.
A brutalidade do crime chocou os vizinhos. Muitos preferiram não dar declarações sobre os fatos, assim como familiares da mãe da criança que estaria em estado de choque pelos fatos.
Não é a primeira vez que a família de Z. ocupa manchetes por protagonizar casos brutais no estado. Em 2017 seu pai, atualmente com 53 anos, foi preso em flagrante por estuprar a vizinha, de 9 anos, em Aquidauana. (Fonte: CGN)

 

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

SEIS ANOS A CRIANÇA TINHA

Casal e criança são mortos com cerca de 50 tiros no Paraná




                                        Um casal e uma criança que estavam dentro de um carro morreram baleados com cerca de 50 tiros na noite deste domingo (15), em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, de acordo com a Polícia Civil.
                                       Outras três crianças e uma mulher foram encaminhadas ao hospital, feridas por estilhaços.
                                       Inicialmente a Polícia Militar tinha informado que as três crianças feridas estavam dentro do carro, mas depois o Corpo de Bombeiros e o Samu corrigiu a informação de que uma das crianças estava na calçada, junto com a mulher que foi atingida na mão por uma bala.
                                       O crime aconteceu na Rua Santo Antonio, no bairro Chapada. Segundo a polícia, Robson Ferreira, de 31 anos, e Daniele Ferreira, de 27 anos, estavam em frente ao portão de casa quando foram baleados.
                                       Uma criança de seis anos chegou a ser socorrida, mas morreu a caminho do hospital.
Segundo a Polícia Civil, Robson tinha acabado de sair da prisão e estava com tornozeleira eletrônica, cumprindo pena por roubo. A polícia investiga se o crime foi encomendado. Ninguém foi preso. (Fonte: G1)

 

Homem mata ex-mulher e comete suicídio em festa no Paraná




                           A segunda edição da Festa do Gaúcho, que foi realizada no final de semana em Porto União (SC) e União da Vitória (PR), terminou em tragédia na noite deste sábado, 14 de setembro, quando Rosane Aparecida Guis de 31 anos foi morta pelo ex-marido Anderson Kuroski, que após fazer quatro disparos de arma de fogo contra Rosane, cometeu suicídio também no espaço da festa na Estação União.

O crime de feminicídio ocorreu às 23h45, na divisa das duas cidades, quando Rosane foi surpreendida pelo ex, que fez quatro disparos de arma de fogo contra a vítima que foi socorrida pela equipe do Corpo de Bombeiros de União da Vitória, mas antes de chegar no Hospital São Camilo Regional, veio a óbito.
Depois de matar a ex-esposa Anderson Kuroski, pegou a arma de fogo e deu um tiro contra a sua cabeça também na divisa das duas cidades.
Durante a madrugada as famílias foram comunicadas do ocorrido oficialmente pelo IML de União da Vitória.
Durante o trabalho de investigação se verificou o autor do crime estava com duas armas de fogo, sendo uma pistola calibre 635 e um revólver calibre 38.
Rosane tinha três filhos e ao se separar de Anderson Kuroski, fez um pedido de proteção, onde o Poder Judiciário de União da Vitória, concedeu, sendo determinado que Anderson, tinha que se manter distante da ex e dos filhos. (Rádio Colmeia).

domingo, 15 de setembro de 2019

Dois adolescentes morrem afogados em represa de parque em Apucarana




                                Dois adolescentes, de 12 e 3 anos de idade, morreram afogados no lago do Parque da Raposa, em Apucarana. O afogamento aconteceu na tarde desabado, mas os corpos somente foram resgatados na tarde e noite de domingo.

                               Centenas de pessoas acompanharam durante todo o dia o trabalho de resgate que envolveu seis mergulhadores, dos quais quatro bombeiros do 11° Grupamento de Bombeiros de Apucarana, e dois militares do 3° GB, de Londrina, além de outros militares do 11° GB no suporte logístico e viaturas de socorro e resgate além de duas embarcações.
                               O primeiro garoto, identificado como Mateus Gabriel Inácio, foi encontrado por volta das 15h30min de domingo. O outro, que ainda não foi identificado oficialmente pelo IML, foi encontrado por volta das 18h30min de domingo.
                               Os meninos desapareceram no lago na tarde de sábado, enquanto brincavam na água, por volta das 16 horas. (Goionews – Com informações de TN Online).
 

Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles




                                Uma mulher e o marido dela foram presos na noite dessa quinta-feira (12) suspeitos de terem estuprado uma criança, de 11 anos, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, a menina dormia na casa do casal a pedido da mãe, que supostamente passava por problemas conjugais.
                                De acordo com a PM, a situação foi descoberta após denúncia anônima de que a criança era estuprada pelo casal. A mulher tem 19 anos e o marido dela tem 25 anos.
                                A prisão ocorreu por volta de 22h (horário de Mato Grosso) na residência dos suspeitos, no Bairro Luz Daiara.
                                O caso é tratado como estupro de vulnerável e será investigado pela Polícia Civil.
Segundo a PM, a mãe da criança relatou que autorizou que a filha dormisse na casa do casal no dia 15 de agosto.
                                A menina contou para a mãe que certo dia, durante a madrugada, a mulher a estuprou. O marido teria presenciado e assistido ao estupro.
                                O Conselho Tutelar foi chamado e atendeu a vítima. O casal foi encaminhado à 1ª Delegacia da Polícia Civil de Rondonópolis.